Como o Google Analytics para e-commerce pode aumentar os seus resultados

Uma questão muito comentada aqui no Blog da Amura é a importância de analisar dados e coletar métricas dentro dos processos do marketing digital.

Assim, seja nas vendas, interações em redes sociais, visitas em site ou geração de leads, visualizar os resultadas de forma analítica sempre sera um ponto crucial para a estratégia de qualquer negócio.

Como já citamos várias vezes, esses dados são cruciais para visualizar os resultados de determinada ação e por sua vez, tomar decisões e posicionamento, visto que se torna possível realizar as escolhas corretas.

Mas como coletar esses dados? A ferramenta mais completa da atualidade é fornecida pelo Google e é o tema deste artigo.

O que é o Google Analytics?

Instalado através do código da página, essa ferramenta emite dados a respeito de trafego, publico, interações e outras métricas importantes em um painel interativo disponibilizado pelo Google.

Através de uma tecnologia conhecida como tracker, o analytics pode não apenas definir ações de visualização ou compra de determinado usuário, mas também pode entregar informações muito mais a fundo.

Dessa forma, localização, idioma, sexo e outras informações podem ser conferidas e compradas dentro dessa ferramenta. Além disso, encontrar esses dados de maneira tão fácil pode facilitar muito insights e soluções para campanhas de comunicação.

Nesse sentido, as lojas virtuais podem ser altamente beneficiados por essas informações, visto que existem algumas que são extremamente necessárias para o quesito venda.

Foi pensando nisso que a Amura Comunicação separou neste post alguns recursos para iniciar na utilização do Google Analytics para e-commerces.

Por onde começar?

Para os gestores de e-commerce de primeira viagem pode parecer um tanto quanto confuso quando se está de frente com todas as funções do painel.

Depois de instalado, o mais interessante seria contratar uma consultoria específica, visto que existem profissionais de marketing especializados em extrair os melhores resultados desse tipo de ferramenta.

Porém, existem algumas noções básicas que são úteis para qualquer nível de conhecimento e, neste post, abordaremos as principais categorias e relatórios emitidos no Google Analytics para e-commerce.

Logo que o painel é indicado podemos ver 5 possíveis relatórios a esquerda do site, são eles: tempo real, público, aquisição, comportamento e conversões.

Tempo real

Esse relatório é aquele que mostra o que está acontecendo no presente. Ele mostra literalmente aqueles que estão acessando o seu site no momento, sua origem, localização e páginas que possivelmente estão visitando simultaneamente.

Dessa forma, o principal desse relatório é poder analisar o tráfego em seu site. Ele é muito útil quando se trata de postagens que acabaram de ser feitas, pois através dele se torna visível o engajamento, possibilitando uma avaliação imediata do seu efeito a curto prazo.

Público

Nessa aba podemos emitir vários tipos de relatório relacionado ao perfil dos usuários que acessam o seu site.

São elas: idioma, localização geográfica, navegador, sistema operacional, provedor de internet, sistema operacional do celular, operadora e até mesmo resolução de tela do usuário.

Através desses dados, o analytics constrói métricas e comparações entre eles e interações com sua página.

No relatório “visão geral do público”, por exemplo, são conferidos o número total de visitantes, um gráfico dos visitantes novos e recorrentes, número de “seções”, entre outras métricas.

Assim, essas são talvez as informações mais valiosas encontradas pelo Google Analytics para e-commerce. Elas podem ser utilizadas desde descobrir como vincular sua comunicação, até mesmo para conceber a persona de seu negócio.

Aquisição

Os relatórios de aquisição indicam por onde as pessoas chegaram até o seu site. No seu modo padrão ele dividirá os dados em 3 linhas:

  • Canais que geram um grande número de visitantes;
  • Canais que incentivam o visitante a desbravar o seu site;
  • Canais que geram mais vendas.

Assim, os relatórios de aquisição são definitivos para descobrir onde vincular novas campanhas de marketing para o  e-commerce, a depender do objetivo de cada uma delas.

Comportamento

Essas informações reportam diretamente o funcionamento de seu site, velocidade, posicionamento de conteúdo, tempo de carregamento de página, entre outros pontos visando aprimorá-lo para o seu público.

Dessa forma, os relatórios de comportamento são muito úteis para identificar possíveis problemas no funcionamento do site, otimizar a experiência do usuário e aprimorar o SEO do seu e-commerce.

Conversões

Conversão é o relatório que acompanha diretamente o resultado de um objetivo digital. No caso do e-commerce, é a venda.

Nele você pode encontrar mais informações a respeito o tipo de compra que os seus visitantes costumam fazer, como os produtos mais comprados, quantidades nas transações, tempo até a finalização de compra, entre outras.

Assim, essas informações são úteis para definir o posicionamento dos produtos, se você deve facilitar o processo de compra, quais produtos anunciar, entre muitos outros insights para o seu negócio.

– Confira também: 6 dicas para aumentar a conversão no e-commerce.

Conclusão

O Google Analytics para e-commerce é uma ferramenta extremamente útil e completa, e deve ser constantemente explorada e aplicada para extrair o máximo de resultados dentro do seu e-commerce.

Gostou deste conteúdo? A Amura Comunicação possui um e-book sobre Inbound Commerce, confira!

 

Guia Inbound