Aprenda a fazer uma campanha de e-mail marketing de sucesso

O e-mail marketing é a maneira mais clássica e efetiva de realizar o marketing direto dentro dos meios digitais. Essa facilidade, portanto, vem do fato de poder atingir diretamente os leads.

Por sua vez, os leads fornecem informações pessoais por terem, em algum momento, se interessado por produtos/serviços de determinada marca. Geralmente as informações abarcam o e-mail do mesmo, que será utilizado para construir uma lista utilizada na campanha de e-mail marketing.

Quais os benefícios do e-mail marketing? 

Primeiramente podemos notar o grande alcance que o e-mail proporciona, visto que, de todos os usuários atuais da internet, é muito difícil encontrar ao menos um que não seja cadastrado em um serviço de e-mail.

Além do alcance, outro benefício do e-mail é a previsão de chegada. Diferentemente de outras plataformas, como o Facebook e o Instagram, no e-mail você tem a certeza de que todos os leads receberam o conteúdo em suas respectivas caixas de entrada.

Por fim, o principal benefício de uma campanha de e-mail marketing é ela ser altamente direcionada. Tendo como base o seu público alvo, é possível vincular os e-mails apenas para as pessoas que estão de alguma forma pré-dispostas a realizarem uma compra.

Logo, através desses “disparos certeiros”, a chance do anúncio ser efetivo aumenta muito, torando o e-mail uma técnica de alto retorno. Porém, nem todos os emails são especificamente ofertas de produtos ou serviços.

Tipos de e-mail marketing

Existem várias possíveis abordagens a serem utilizadas em uma campanha de e-mail marketing, cada um com sua função específica. Veremos a seguir algumas delas.

NewsLetter 

Talvez o mais conhecido de todos, é difícil ter um e-mail hoje em dia sem estar cadastrado em pelo menos um NewsLetter de alguma empresa.

Esse formato funciona basicamente com um informativo que é enviado regularmente com informações a respeito de novidades da empresa, sejam elas produtos, serviços ou conteúdos novos.

– Quer aprender a fazer? Confira o nosso Guia para Newsletter.

Promocionais

Por mais que o nome pode parecer que esse tipo está relacionado exclusivamente a ofertas, esse e-mail não precisa necessariamente mostrar uma redução de preço, visto que o “promocional” está no sentido de promover algo em específico.

Dessa forma, a vantagem desse modelo é poder direcionar apenas um ou dois produtos para um usuário que esteja mais propício a comprá-lo.

Transacionais 

Esses e-mails são automatizados a partir das ações do usuário dentro da loja ou no cadastro com a empresa. Mensagens de boas vindas, respostas para dúvidas e confirmações de compra são alguns exemplos.

Apesar de não serem necessariamente anúncios, esses e-mails são importantíssimos para o desenvolvimento de um bom relacionamento com seus clientes e que pode gerar benefícios como a fidelização.

Como montar uma campanha de e-mail marketing? 

Agora que você já sabe o que precisa ter para dar início a uma campanha, podemos mostrar passo a passo como montar uma campanha.

1 – Objetivos

O primeiro passo de qualquer campanha é definir quais objetivos você deseja atingir com ela. Quer gerar mais engajamento? Aumentar as vendas? Melhorar o relacionamento com o cliente? Defina o seu.

Faça essas perguntas para você mesmo e tente colocar no papel o motive pelo qual a campanha está sendo desenvolvida.

2 – Persona

Com os objetivos definidos, precisamos entender quem será atingido pela campanha. Dessa forma, pesquise o perfil do seu público e procure compreender melhor quem está comprando de você. Logo, a partir dessas informações será possível desenvolver uma persona.

A persona, por sua vez, nada mais é que um perfil fictício que diz respeito ao seu “cliente Ideal”, com suas necessidades, desejos e dúvidas. Esse levantamento funcionará como um guia na hora de decidir os conteúdos abordados e a linguagem utilizada.

– Quer saber mais sobre personas? Confira: Qual a importância e como definir a de sua marca.

3 – Ferramenta

Escolher bem a ferramenta utilizada é importantíssimo. Analisar bem as funções de cada uma é uma maneira de garantir que no momento que você necessite de uma nova função ela esteja lá.

Assim, procure um serviço que possua: automação e criação de campanhas de forma fácil; integração com plataformas, como o WordPress; maneiras de segmentar o público; e emita um relatórios aprofundados a respeito do desempenho da campanha.

4 – Planejamento

Defina uma frequência para os emails que serão disparados regularmente na campanha e siga esse cronograma até o final da mesma.

É importante definir datas nem muito recorrentes, para não sobrecarregar o lead, nem muito distantes, para que o mesmo não esqueça da marca. Também é importante definir baseado nos objetivos, quais tipos de e-mails serão utilizados na campanha.

5 – Conteúdo/layout

Na hora de escrever os e-mails da campanha é importante ter em mente algumas coisas. Você está conversando com a persona encontrada, ou seja, na hora de escolher as palavras procure utilizar uma linguagem que seja adequada para a mesma.

Escolha um bom assunto, isso pode ser definitivo para que o lead abra o e-mail ou não. É importante sempre lembrar de escolher um assunto que não pareça “robotizado”, pois isso atrapalha na proximidade com o leitor.

Ainda pensando na proximidade com os clientes, uma estratégia legal é inserir o nome de cada destinatário dentro do espaço de remetente do e-mail. Isso é possível de se organizar dentro das ferramentas de disparo.

Ainda, escreva um gancho forte no início de cada e-mail. Nesse sentido, é relevante captar a atenção do leitor logo no início para que o mesmo não disperse a atenção e termine de ler o comunicado.

Quanto ao layout, é importante pensar em algo que seja chamativo, mas que não polua muito a visão e atrapalhe a leitura. Dessa forma, utilizar imagens em excesso também aumenta as chances dele ser considerado um spam.

6 – Análise e testes

É essencial estar sempre analisando o desempenho dos seus e-mails da campanha e testando coisas novas. Uma campanha de e-mail marketing também é uma maneira de perceber melhor e aprender mais sobre os seus clientes.

Por conta disso, sempre leve em consideração cada feedback e construa um relacionamento sólido com seus clientes.

Gostou deste conteúdo?

Agora é só colocar em prática o que aprendeu e dar início a sua campanha. Quer saber mais sobre Marketing Digital? Confira mais sobre o Inbound Marketing como estratégia de conteúdo!

 

Inbound Marketing